terapias integrativas 4.jpg

Terapias integrativas

Corpo e mente

As Terapias Integrativas compreendem um grupo de práticas não alopáticas de atenção à saúde que englobam atividades como a acupuntura, naturopatia, fitoterapia, meditação, reiki, florais e outras.

 

Estas terapias procuram atender ao indivíduo de forma holística, baseado na confiança e no vínculo terapeuta/usuário.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) reconhece e vem estimulando o uso destas terapias de forma racional, segura, eficaz e com qualidade. 

Os tratamentos disponíveis são:

Acupuntura.png

Acupuntura

Baseado em ensinamentos clássicos da Medicina Tradicional Chinesa, o tratamento acupunterápico consiste no diagnóstico e na aplicação de agulhas em pontos definidos do corpo, que se distribuem principalmente sobre linhas chamadas "meridianos chineses" ou "canais de energia", para obter diferentes efeitos terapêuticos conforme o caso tratado.

Saiba mais

Tem por base a existência da energia vital universal "Ki" (a versão japonesa do conceito chinês "Qi" (ou "Chi"), manipulável através da imposição de mãos.

Através desta técnica, os praticantes canalizam a energia universal (i.e., reiki) em forma de Ki, a fim de restabelecer um equilíbrio natural, não só espiritual, mas também emocional e físico.

Saiba mais

Reiki.jpg

Reiki

access.jpg

Barras de access

É uma técnica que, por meio de toques terapêuticos em pontos específicos da cabeça, elimina os arquivos mentais que já não fazem sentido, ou seja, faz com que a pessoa tire de sua vida padrões nocivos, ideias e crenças acumulados ao longo do tempo.

Saiba mais

Terapias integrativas para crianças de 0 a 7 anos

Uma abordagem mãe-filho

Há muitos anos já falamos sobre terapias alternativas, mas ainda pouco se conhece sobre elas.

 

No âmbito das terapias alternativas podemos destacar muitas estratégias e técnicas que podemos aplicar em crianças de 0-7 anos. Umas são mais invasivas, outras menos, mas todas com eficácia comprovada. 

 

Dentre as terapias, destacamos as mais indicadas e talvez as mais conhecidas pela maioria da população:

  • Acupuntura: técnica chinesa milenar que pode ser aplicada em crianças de qualquer faixa etária. Podemos usar agulhas, “stipers” ou sementes.
    Geralmente a resposta é muito rápida e logo as crianças já se livram de sintomas indesejáveis.
    O tempo de permanência das agulhas em crianças é menor do que nos adultos.
    A técnica é praticamente indolor, feita de forma lúdica, sem medos e aflições.
     

  • Auriculoterapia: técnica de aplicação de sementes de mostarda na orelhinha das crianças. Com as sementes estimulamos pontos reflexos que temos em todo o corpo, provocando o alivio de dores, cólicas, dificuldades para dormir, entre outras questões abordadas pelos pais.
     

  • Reiki: nada mais é do que energia vital. A criança, quando recebe a terapia Reiki, se sente mais tranquila, melhora o sono, fica menos irritada, melhora dores e principalmente medos obscuros que a maioria das crianças tem.
    O Reiki pode ser aplicado semanalmente e sem restrições.

    Qualquer pessoa pode receber Reiki.  Não é uma terapia invasiva e dolorida, muito pelo contrário, é relaxante e revigorante.
     

  • Cromoterapia: é muito comum usarmos a cromoterapia com crianças. Além de gostarem bastante das luzinhas coloridas, as cores têm um poder curativo, equilibram o ser e ajuda no equilíbrio dos chacras.
     

  • Terapia floral: visa o equilíbrio do corpo e da mente, mas principalmente de corpos sutis e doenças emocionais de fundo psicossomático.
    Essa cura energética vem para espantar velhos padrões mentais, medos e dar tomada de consciência para situações mal resolvidas e inconscientes

 

Gosto muito de, como terapeuta, focar nas crianças, mas nunca posso me esquecer das mães e da importância deste vinculo. Quando tratamos uma criança de 0-7 anos, sempre indico o tratamento para a mãe.

 

Muitas vezes o que a criança manifesta, principalmente traços de ansiedade e agitação, pode estar relacionada aos traços da família.

 

Por isso, todo e qualquer atendimento que faço com crianças, a mãe é atendida na sequência, ou a pessoa mais próxima da criança.

 

Tratar nossas crianças numa abordagem mais holística e integrativa faz toda a diferença.

 

Não intoxicar corpos físicos de medicação alopática e remédios para hiperatividade, quem sabe num futuro próximo será a saída. Prezo por uma infância mais consciente, onde a abordagem é: equilíbrio da mente é pré-requisito para equilíbrio do corpo.

Vantagens do Reiki para crianças e jovens

  • Promove a calma e o equilíbrio

  • Favorece a concentração nas tarefas escolares ou outras

  • Fornece mais energia para enfrentar desafios diários

  • Melhoria do humor

  • Facilita interação com os outros

  • Adoção de uma filosofia de vida positiva e saudável

  • Melhor aceitação de si, da sua imagem e características pessoais

  • Maior capacidade de desfrutar do que se tem

  • Mais satisfação generalizada

  • Ajuda na resolução de problemas de saúde